Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

A hipocrisia de Maria do Rosário e do PT que ajuda bandidos, recebe apoio do PCC e incentiva a prostituição Por: Jefferson Ulisses

A hipocrisia de Maria do Rosário e do PT que ajuda bandidos, recebe apoio do PCC e incentiva a prostituição



maria-do-rosc3a1rio-ficou-comovida
Recentemente foi postado um artigo fake afirmando que Maria do Rosário (Ex-Deputada pelo PT) e Secretária Nacional de Direitos Humanos teria chorado por causa do bandido baleado. Veja o artigo e já volto:
A Secretária Nacional de Direitos Humanos, Maria do Rosário, declarou essa manhã que ficou “comovida” ao assistir  vídeo que virou viral na internet, que mostra um policial alvejando um assaltante, logo após este último tentar roubar a moto de um cidadão.
Segundo Maria do Rosário, “O pior não é nem o ato em si, a violência gratuita praticada pelo policial. O que é mais chocante é a reação das pessoas, habituadas à cultura da violência, acabam reproduzindo o discurso elitista, reacionário, neo-liberal e fascista de que bandido bom é bandido morto.”
Ela explica também que “o conceito de ‘bandido’ adotado pelo senso comum é um engodo. Tem que ser levado em consideração o fato de que essas pessoas, que não tiveram oportunidade de estudar, trabalhar e receber salários dignos, adquiri bens, são, na verdade, vítimas da sociedade. Por isso acabam enveredando para esse chamado ‘mundo do crime’”.
Maria do Rosário informou que já encaminhou ofício ao Youtube para que o vídeo seja retirado do ar e, caso não obtenha resposta, vai mover ação civil contra o site.
“É uma aberração que as pessoas continuem compartilhando esse tipo de conteúdo nas redes sociais” disse a Ministra. “É necessário compreender que quando uma pessoa dessas, vítima do capitalismo selvagem, atira em alguém, fomos nós que lhes demos a arma e a municiamos.”
O “assaltante” sobreviveu aos disparos e passa bem. A Secretaria de Direitos Humanos se prontificou a prestar todo auxílio necessário à sua família.

Comentários

O artigo é fake, e a própria Maria do Rosário postou um artigo confirmando que não foi ela quem fez estas declarações:

*NOTA PÚBLICA sobre falsas declarações atribuídas à Ministra Maria do Rosário

Contudo, por mais que seja uma mentira, ainda assim nos leva a uma reflexão sobre a hipocrisia destas pessoas como Maria do Rosário e o resto da turma do PT. Pois o blogueiro que inventou este texto se inspirou em toda a hipocrisia que estas pessoas, no caso Maria do Rosário, já demonstraram em vários momentos.
Vamos ver alguns exemplos que demonstram claramente como estas pessoas são hipócritas no mundo real.
Comecemos com a bandeira feminista que Maria do Rosário e outras petistas adoram defender.
A pouco tempo a Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), dirigida por Iriny Lopes, tentou tirar uma propaganda do ar onde Gisele Bündchen aparece de calcinha e sutiã se insinuando para o seu marido. Veja o vídeo:
Está claro que a personagem está fazendo isso para seu marido, e se uma mulher não puder se insinuar para o seu marido, nós estamos perdidos.
Veja o que Marcelo Tas (Um esquerdista caviar), comentou sobre o caso:
A Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), do Governo Federal, considerou a campanha sexista e pediu ao Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar) que proibisse sua veiculação.
Em nota divulgada, a SPM diz que “A propaganda promove o reforço do estereótipo equivocado da mulher como objeto sexual de seu marido e ignora os grandes avanços que temos alcançado para desconstruir práticas e pensamentos sexistas. Também apresenta conteúdo discriminatório contra a mulher, infringindo os artigos 1° e 5° da Constituição Federal”, a Secretaria também alega ter recebido vários telefonemas de mulheres descontentes com a campanha publicitária.
Pouco tempo depois o governo fez esta campanha incentivando a prostituição:
campanha-prostituta
Veja este vídeo falando sobre o caso. Assista até o final e veja o comercial onde algumas mulheres batem no peito dizendo que se orgulham de serem prostitutas:
Ou seja, eles se utilizam da máquina estatal para punir um comercial onde uma mulher se insinua para o marido, ao mesmo tempo que fazem outro comercial incentivando as mulheres a se prostituírem e se submeterem a “vários homens” que as tratam como um simples objeto de satisfação imediata.
Na época ficou a duvida em relação a Iriny Lopes, outra hipócrita petista, responsável pelo órgão:

Cadê a Iriny Lopes para reclamar do sexismo?

Vamos continuar falando sobre prostituição e feminismo.
eduardo-gaievski
Este é Eduardo Gaievski. Ele é ex-assessor especial da Casa Civil e foi acusado por abuso sexual de menores, o PT se esforça para evitar que o episódio afunde as pretensões eleitorais da ministra Gleisi Hoffmann ao governo do Paraná. Ele foi prefeito de Realeza e, na época, mantinha relações sexuais com meninas de até 12 anos de idade, pra isso oferecia dinheiro, presentes e beneficio para suas famílias.
Os seus defensores pretendem convencer o Judiciário de que as adolescentes eram prostitutas e que  Eduardo Gaievski apenas estava contratando seus serviços.
O relator do caso, desembargador Luiz Carlos Gabardo, assinalou que a análise do tema não caberia no exame do pedido da liminar e, em decisão no último, manteve a prisão preventiva de Gaievski, concordando com a decisão inicial do juiz de Realeza (PR), que decretou a prisão do ex-assessor da Casa Civil alegando que “há fortes indícios de que o acusado tem a personalidade completamente voltada à prática de crimes sexuais contra adolescentes, preferencialmente menores de 14 anos de idade (…) tudo demonstrando que, caso solto, continuará na empreitada criminosa”.
Veja o artigo:

*Petistas, como Eduardo Gaievski, acham normal prostituir meninas de 12 anos de idade

Depois das denúncias o ex-prefeito começou ameaçar as garotas.
Veja o artigo completo:

*Petista que gosta de fazer sexo com meninas de 12 anos está ameaçando testemunhas

No dia 5 de setembro, Gaievski dá as coordenadas para a atuação do advogado. Às 11h47, o ex-prefeito informa que o depoimento de uma das vítimas pode ser revertido e dá a senha para conseguir mudar a versão da adolescente: “Quem paga faculdade é a prefeitura”, escreve ao advogado. Seben parece confiante e no mesmo dia, às 18h09, informa que pedirá para o “Fafo” “agilizar” o plano. “Estamos na luta. Hoje é pra ser um dia muito importante [para convencer duas vítimas]. Fafo, na verdade, é Edmundo Gaievski, irmão do ex-prefeito.
Às 22h11, o advogado Rafael Seben informa que conseguiu um novo caminho para abordar outra vítima. “Arrumamos outro jeito de chegar nela, através de um menino do centro juvenil. Até sábado tá tudo certo”, diz.
Mais tarde, ainda no dia 5 de setembro, Gaievski sugere nova investida contra testemunhas. Às 22h17, envia mais uma mensagem ao advogado: “A Seloi talves (sic) tenha que procurar [nome da vítima] no assentamento, né?”. Maria Seloí Becker é funcionária pública da prefeitura e seria uma das aliciadoras que atuavam em nome do ex-prefeito.
Gaievski continua e sugere que uma psicóloga que atendeu uma das vítimas seja abordada para tentar convencer uma testemunha a atuar agora de forma favorável ao ex-prefeito. “Arriscado procurar psicóloga que atendeu ela em [cidade de] Quedas? Dizendo que é parente ou alguém que seja amiga da mãe da A.C.?”
Em depoimento ao Ministério Público, o aposentado João Pontes, avô de uma das vítimas, afirma que foi ameaçado a deixar um terreno da prefeitura caso as declarações de sua neta não fossem retiradas do processo. Pontes morava com sua esposa e dois filhos há nove anos no Viveiro Municipal, em Realeza, e foi instruído, no dia 3 de setembro, pelo secretário de Administração da prefeitura, Fernandes Borges, a convencer a neta a retirar a denúncia contra o ex-prefeito.
Diante da negativa, um dia depois, João Pontes recebeu notificação do atual prefeito de Realeza, Milton Andreolli (PT), para desocupar em 30 dias o imóvel onde morava.
O advogado Natalício Farias, que representa quatro vítimas do ex-prefeito, pediu nesta sexta-feira à Justiça que determine a prisão de quatro pessoas envolvidas com a possível coação de testemunhas, ordenada por Gaievski de dentro da cadeia. Na lista estão Fernando Borges, secretário de Administração de Realeza, o advogado Rafael Seben, Maria Seloí Becker e Edmundo Gaievski.
“Colocaram a estrutura da prefeitura à disposição deles para fazer a coação às testemunhas”, diz o advogado. Farias lembra que a estratégia de Gaievski era oferecer auxílio financeiro ou cargos na administração municipal à família de suas vítimas, para mantê-las dependentes e coibir possíveis denúncias.
O Ministério Público, na denúncia apresentada à Justiça, elenca ao todo onze vítimas para depor. As acusações contra o ex-prefeito incluem violência e ameaça a meninas e adolescentes, e assédio a funcionárias da prefeitura para que mantivessem relações sexuais com ele em troca de promoção. Diante de qualquer negativa, as vítimas eram ameaçadas de demissão ou informadas que familiares delas estariam impedidas de conseguir empregos na cidade.
Neste caso só podemos perguntar:

Cadê a Iriny Lopes para reclamar do sexismo?

Agora vamos falar sobre o caso do bandido que foi baleado.
Já se tornou normal ver estas pessoas defendendo bandidos e colocando eles como vítimas.
É claro que a condição social influencia na criminalidade, más isso não é desculpa para ignorar o fato de que o policial estava fazendo o seu trabalho e atirou principalmente para defender a sua vida, pois é claro que o rapaz teria atirado nele, como podemos ver no vídeo.
Maria do Rosário é apenas mais uma hipócrita que adora dar uma de santinha. A notícia citada no começo é fake, más sabemos que Maria do Rosário, assim como esquerdistas em geral, adoram defender os bandidos.
Veja este artigo de Diego Quinteiro tentando passar a impressão de que o bandido era apenas uma vítima da sociedade:

*João e Paulo

Estes hipócritas sempre fazem isso. Eles não perdem a oportunidade de se fazerem de bonzinhos. O pior é que a bondade deles chega a ser bizarra, pois tentam parecer bonzinhos defendendo o criminoso no lugar da vítima.
Eu, particularmente, não me lembro deles demonstrarem a mesma “bondade” em relação a dentista que foi queimada viva, ou em relação a moça que foi estuprada dentro de um ônibus a luz do dia. Porém eles ficam indignados quando o bandido leva um tiro.
No texto fake Maria do Rosário teria dito:
“Tem que ser levado em consideração o fato de que essas pessoas, que não tiveram oportunidade de estudar, trabalhar e receber salários dignos, adquiri bens, são, na verdade, vítimas da sociedade. Por isso acabam enveredando para esse chamado ‘mundo do crime.”
Esta é uma frase muito comum entre os defensores do crime.
Bem, eu não discordo que a falta de condições as vezes leva algumas pessoas a se tornarem criminosos. Nos países onde a condição das pessoas são melhores o índice de criminalidade é bem mais baixo, simplesmente porque as pessoas possuem uma condição de vida melhor.
Agora veja vocês a moto que o rapaz está pilotando:
motoVocê tem certeza que vai tentar me convencer de que este rapaz é uma vítima que está roubando apenas porque não teve oportunidade?
Das duas uma: ou ele comprou esta moto, ou ele roubou. Se ele comprou então significa que ele tem condições. Se ele roubou então podemos questionar os motivos pelos quais ele está roubando outra vez.
Outros questionamentos que podemos fazer:
- Pra quê ele está roubando esta moto?
- Será que é por algo justo, ou será que está roubando para comprar drogas?
- Será que ele matou alguém para roubar esta moto?
- Se ele tiver matado, a Maria do Rosário vai chorar por esta pessoa?
Se comparamos os países com o menor índice de criminalidade com os países com o maior índice de criminalidade veremos que existe uma relação entre a pobreza e o crime, não podemos negar isso.
Porém, não é porque uma pessoa é pobre que ela se torna mal caráter e, além disso, usar drogas não justifica roubar e matar pessoas.
Se a pessoa é pobre e não tem dinheiro então porque vai usar drogas, porque vai beber?
Como sabemos, a maior parte destes assaltos acontecem com este objetivo: comprar drogas. E, comprar drogas, não é desculpa para roubar. Se a pessoa não tem dinheiro, simplesmente não use drogas. É muito simples.
Além do mais, não existe lugar aqui no Brasil onde não tenha “cana para cortar”. Foi assim que o meu pai me criou e, o fato dele ser pobre, não fez dele um criminoso.
Mas é claro, estes “playboys” que estão roubando a moto não podem se “humilhar” pegando um facão para cortar uma cana ou panhar café (algo que eu já fiz na minha adolescência).
Devo enfatizar que eu duvido que estes “playboys” que estão roubando a moto já tenham passado por tudo que “eu passei” para ter uma condição um pouco melhor de vida. O que eu sempre achei muito engraçado nestes indivíduos é que muitos deles me chamam de “boy”, más eu nunca vi nenhum deles panhando café ou trabalhando como servente de pedreiro da forma como eu já trabalhei. E vejam só, eu que sou o “boy”. Mas isto é uma outra historia para outro artigo.
A Maria do Rosário não chorou pelo rapaz baleado. Pelo menos não da forma como foi relatada no texto. Contudo ela já chorou por muitas outras coisas enquanto ignorava tudo de ruim que seus aliados fazem.
A hipocrisia da Maria do Rosário e dos petistas e esquerdistas em geral, se torna mais explicita se puxarmos a ficha do PT:
Como sabemos o PT faz parte de um grupo chamado Foro de São Paulo, veja aqui:

* Como utilizar dois artigos da Constituição para processar o PT e outros partidos ligados ao Foro de São Paulo

Um dos membros do Foro de São Paulo são As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC) que são um grupo comunista que entre muitas coisas recrutam crianças para a guerra. Veja neste vídeo abaixo:

Será que isto fez a Maria do Rosário chorar?

Outra coisa que chama a atenção no texto é quando ela diz que “já encaminhou ofício ao Youtube para que o vídeo seja retirado do ar e, caso não obtenha resposta, vai mover ação civil contra o site.”
Isto também é algo que acontece com muita frequência.
Porém vejam este vídeo de um homem sendo decapitado pelos radicais islâmicos que eles adoram apoiar:

Será que isto fez a Maria do Rosário chorar?

15_00_37_990_fileEsta é Cinthya Magaly Moutinho, a dentista que foi queimada viva. Ela era solteira e morava com os pais e com a irmã em uma casa onde também funcionava o consultório.
Cinthya foi morta durante um roubo no consultório dela, em São Bernardo do Campo. Os criminosos atearam fogo na vítima ao saber que ela tinha apenas R$ 30 na conta.

Será que isto fez a Maria do Rosário chorar?

Um rapaz estuprou uma mulher durante 6 minutos em um ônibus.
Ele foi solto e:

Será que isto fez a Maria do Rosário chorar?

Ao contrário, o que podemos supor, é que ela deve ter ficado muito feliz, pois a vítima (o estuprador) teve uma segunda chance. Enquanto que a mulher estuprada (que colocou a arma na mão dele) só recebeu o castigo por obriga-lo e virar um estuprador.
Isto lembra o caso da feminista que foi estuprada e ainda defendeu o estuprador:

Amanda Kijera – A feminista que ficou feliz em ser estuprada, agradeceu e ainda defendeu o estuprador

Não é atoa que o PCC mandou os criminosos e seus familiares votarem no PT.
Maria de Carvalho Felício, a “Petronília”, então mulher de José Márcio Felício, ex-líder do PCC, transmite ao preso José Sérgio dos Santos, a quem chama de “Shel”, orientação repassada por um líder da organização sobre as eleições de 2002
Maria de Carvalho Felício: Ele mandou uma missão pro Zildo (piloto-geral de Ribeirão Preto). Vamos ver se o Zildo é capaz de cumprir.
José Sérgio dos Santos: Tá bom. Você quer passar pra mim ou dou particularmente pra ele?
Maria: Não, não. Ele quer festa (ataques) até a eleição. E é pra eleger o Genoíno. E, ser for o caso, ele vai pedir pro pessoal mandar as famílias não irem nas visitas pra votar, entendeu? Ele falou que um dia sem visita não mata ninguém. Ele falou: “Fica todo mundo sem visita no dia da eleição pra todo mundo votar pro Genoíno”.
Santos: Não, mas isso… Acho que todo mundo… A maioria das mulher de preso… Vai votar no Al? Nunca.
Maria: Então, é pra pedir isso. Se, por exemplo, a mulher vai, daí a mãe, a irmã tudo vota pro Genoíno. Se só a mulher que vota, então essa mulher não vai na visita e vota no Genoíno. É pra todo mundo ficar nessa sintonia: Genoíno.
Santos: E é dali que vem, né?
Maria: Isso. É o (incompreensível)
Santos: Tá bom.
Maria: Tá bom, então?
Santos: Tô deixando assim um boa-tarde aí. Se cuida agora. Vai descansar.

Será que isto fez a Maria do Rosário chorar?

Eu acho que não! Pois, caso contrário, ela já teria se retirado deste partido a muito tempo.
Para ouvir a gravação, clique aqui.
É bom enfatizar mais uma vez que o artigo é fake, como a própria Maria do Rosário deixou claro aqui.
Mas nem por isso eles deixam de ser hipócritas e apoiadores do crime.
A pergunta que fica é a seguinte:

Até quando o bandido continuará sendo tratado como a vítima enquanto o cidadão honesto é tratado como o malvadão da sociedade?

Veja este vídeo de comédia onde a moça não consegue aceitar que ela é a vitima.
Avatar de Jefferson Ulisses
Criador e Articulista do Liberdade Econômica
Visite meu site: http://jeffersonulisses.com/
Se quiser entrar em contato para perguntas ou sugestões basta usar este e-mail: contato@liberdadeeconomica.com
Facebook Twitter YouTube 

Nenhum comentário: