Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

Se alguém te perguntar por onde eu ando...


eu fui  por onde os que ouviram o apelo do evangelho devem andar.

Pelo lado negro da cidade.





Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu? 1 João 4:20

E dele temos este mandamento: que quem ama a Deus, ame também a seu irmão1 João 4:21

Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo1 João 2:10

Quem, pois, tiver bens do mundo, e, vendo o seu irmão necessitado, lhe cerrar as suas entranhas, como estará nele o amor de Deus? 1 João 3:17

Nisto são manifestos os filhos de Deus, e os filhos do diabo. Qualquer que não pratica a justiça, e não ama a seu irmão, não é de Deus1 João 3:10






Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; e os seus mandamentos não são pesados. 1 João 5:3




Marcos 12

28 Um dos mestres da lei aproximou-se e os ouviu discutindo. Notando que Jesus lhes dera uma boa resposta, perguntou-lhe: "De todos os mandamentos, qual é o mais importante?"
29 Respondeu Jesus: "O mais importante é este: 'Ouça, ó Israel, o Senhor, o nosso Deus, o Senhor é o único Senhor.
30 Ame o Senhor, o seu Deus, de todo o seu coração, de toda a sua alma, de todo o seu entendimento e de todas as suas forças'.
31 O segundo é este: 'Ame o seu próximo como a si mesmo'. Não existe mandamento maior do que estes".
32 "Muito bem, mestre", disse o homem. "Estás certo ao dizeres que Deus é único e que não existe outro além dele.
33 Amá-lo de todo o coração, de todo o entendimento e de todas as forças, e amar ao próximo como a si mesmo é mais importante do que todos os sacrifícios e ofertas".
34 Vendo que ele tinha respondido sabiamente, Jesus lhe disse: "Você não está longe do Reino de Deus". Daí por diante ninguém mais ousava lhe fazer perguntas.

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Por quem os sinos dobram e os porcos anseiam.





Antes de mais nada, ciente dos desníveis culturais dos meus amigos (e isso é uma análise sem preconceito) quero explicitar que o título e sua associação entre porcos e pessoas é puramente cartesiana, ok?


Tentarei se direto. Observando pessoas e seus pontos de vista e seus posicionamentos quanto aos objetivos em termos de votação, venceu a necessidade de sobrevivência, o instinto básico. Venceu a pirâmide de Maslow.



Não vou explicar a pirâmide, pois é assunto básico e detalhar as partes dela quando estão explicitadas no desenho é uma desnecessidade óbvia e ululante. A ideia deste texto é mostramos o que esquecemos de ver ou o que decidimos ignorar.
Os motivos de não levarmos em conta um dado tão básico é mais um dos desdobramentos que nosso pensamento individual fatalmente nos levará.


O brasileiro se posicionou na base da pirâmide, que versa sobre sobreviver, manter seus benefícios, sua segurança no trabalho e assim o sustento da família está garantido.

Então é isso. Instinto básico, alimento, abrigo, sexo, comida, água, suco, cerveja, samba e churrasco. E casa própria. Mesmo que seja o barraco. 

E a manutenção estável destas necessidades básicas, independente de esforço individual, pode ser chamada de parasitismo social, mas é uma força que deve ser respeitada, principalmente quando muitos aqui almejam estabilidade no emprego através de concurso público, que sabidamente, retém os melhores.


Mas, como disse um dia à minha consorte, pobre precisa de um lugar para chamar de seu.





 Podem extrapolar de forma maldosa, falando de bolsas seguras, e para tanto, eternas, e Pl´s petroleiras no final do ano, mas este instinto é básico e, se lermos meu queixume expresso no texto abaixo, digamos que a moral é algo para se pensar beeemm depois, né?


“Dói em mim, como homem, ver pais de família abrindo mão de valores cristãos, moral e família para protegerem seu modo de sustento, dando razão à pessoas que são a favor da destruição da familia, a favor do aborto, a favor de uma ideologia que carrega o sangue de muitos dos nossos irmãos assassinados.
Me machuca muito ver homens de bem abrirem mão de seus valores para gente que em breve irá tirar-lhes o que lhes é mais sagrado. 
E que já lhes arrancou a hombridade.”


"_Deus tem muitos inimigos". .
"É. E está cada vez mais difícil ser amigo dEle"


(Diálogo inicial do filme "Caça às bruxas"- muito apropriado ao momento que virá)



Os lugares mais quentes do Inferno são reservados àqueles que escolheram a neutralidade em tempo de crise moral.
Dante Alighieri


Precisamos entender para não ficarmos cientificamente deslocados e eu sei que pra quem pensa cartesianamente, não entender o fenômeno é bem pior que uma perda de orgasmo. Talvez por estarmos em outro nível de pirâmide.



Ou por acharmos que estamos em outro nível...

Talvez apenas ansiemos por outros baldes, mais sofisticados.





quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Oboroten


Toda noite, eu, forte,
Odeio a torre real,
E a dor,  furiosa 
Mede o chão sujo com passos.

Sobre o choupo, formou um redemoinho
A fumaça ardente, como uma bandeira gasta;
A minha tristeza animal,
Eu a afogo em cerveja espumante.

Do beiral, mostro os dentes na janela
À lua que ainda não amadureceu;
Imagino, ouço o tempo todo:
Beba, querido, beba até o fundo!..

Beba, talvez dê certo,
Vai ganhar o que é seu,
Era um filhotinho, será um lobo,
Vento, sangue e prata.

Deu-se assim, não precisa se benzer -
Forjar as garras em ouro,
Era um gatinho, será um lince,
Faz a cama macia, mas é duro dormir!

Não venha para mim, desejada,
Não tente distrair do mal -
Fui enganado pela noite ébria,
Não aguentarei até a alvorada;

Oh, vou levantar, sair, bater a porta -
Silêncio em volta da vila -
As estrelas se desfazem em penas
Sobre as pegadas das patas com garras.

Cheiro apimentado de
escuridão,

A pia amarga da floresta,
Você se chama de ursinho,
Cresceu, virou um animal feroz.

Beba, talvez dê certo,
Vai ganhar o que é seu,
Era um filhotinho, será um lobo,
Vento, sangue e prata.

(Melnitsa)

Histórias de Oboroten. Eu as conheço todas.

Úlfhéðnar (men clad in wolf skins), singular: Úlfheðinn, were berserkers with a lupine aspect, rather than ursine, usually described as fanatic warriors dedicated to Oden. 
"I’ll ask of the berserks, you tasters of blood. Those intrepid heroes, how are they treated, those who wade out into battle?Wolf-skinned they are called. In battle they bear bloody shields. Red with blood are their spears when they come to fight.” 
- Haraldskvæði

"His  men rushed forwards without armour, were as mad as dogs or wolves, bit their shields, and were strong as bears or wild oxen, and killed people at a blow, but neither fire nor iron told upon them." 
- Ynglinga Saga