Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

HURT - (Trent Reznor) By Johnnie Cash



Há músicas que personificam sentimentos.

Esta personifica, dor.
Arrependimento.
Perda.



Hoje eu machuquei a mim mesmo
Pra ver se eu ainda sentia
Eu ponho meu foco na dor
É a única coisa real

A agulha abre um buraco
A velha picada familiar
Tento matá-la de todos os modos
Mas eu me lembro de tudo

(Refrão)
No que eu me tornei?
Meu mais doce amigo
Todos os que eu conheço vão embora
No final


E você poderia ter tudo isso
Meu império de sujeira

Eu vou deixar você abandonado
Eu vou fazer você sofrer


Eu uso essa coroa de espinhos
Sentando no meu trono de mentiras
Cheio de pensamentos quebrados
Que eu não consigo consertar

Debaixo das manchas do tempo
Os sentimentos desaparecem
Voce é outro alguém
Eu ainda estou bem aqui


(Refrão)
No que eu me tornei?
Meu mais doce amigo
Todos que eu conheço vão embora
No final

E você poderia ter tudo isso
Meu império de sujeira

Eu vou deixar você abandonado
Eu vou fazer você sofrer...

Se eu pudesse começar de novo
A milhões de milhas daqui
Eu me manteria
Eu acharia um caminho




Nem você e nem eu, Johnny.
Ninguém vive tanto sem ter do que se arrepender.
E não dá pra voltar atrás de algo que se foi.
Tenho inveja, embora não acredite em pessoas que dizem não ter do que se arrepender em seu passado.

O meu possui coisas que nem ao menos deveriam ser lembradas, manchas de horrores, coisas que me trazem vergonha, pessoas a quem não pude dizer adeus e por isso vejo seus túmulos abertos e sem nada dentro, esperando um conserto que não chegará nunca.

Nenhum comentário: