Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Político Brasileiro falando de ética só se complica!


Retirado da Veja - 

22/07/2012
 às 17:15 \ Política & Cia

Carlos Brickmann: Quer dizer, então, que sexo é sujo — e roubo é limpo?

Denise como assessora: só o chefe podia vê-la?
Denise como assessora: só o chefe podia vê-la?
Amigos, pincei uma da notas da sempre excelente coluna publicada aos domingos pelo jornalista Carlos Brickmann em cinco jornais.

SEXO É SUJO, ROUBO É LIMPO
A deputada Jaqueline Roriz continua na Câmara, embora tenha sido filmada recebendo propina.
O senador Cyro Nogueira foi fotografado com o empreiteiro Fernando Cavendish, da Delta, em Paris; logo depois se opôs à convocação de Cavendish pela CPI do Cachoeira. Continua no Senado.
Inocêncio Oliveira, que cavou poços em suas fazendas com máquinas do Governo, continua na Câmara.
Denise Leitão Rocha, a assessora do senador Cyro Nogueira que foi filmada fazendo sexo, foi demitida.
Denise Rocha é solteira, transou com um rapaz solteiro, ninguém tem nada com isso; é maior de idade; o lugar em que ocorreu a cena definitivamente não é um prédio público.
Parlamentar corrupto pode; roubar dinheiro público pode; mas escolher um parceiro sexual de sua preferência, sem qualquer envolvimento do Tesouro, isso parece que não pode.
Rua, pois.
Denise Rocha é advogada e tem como lutar não apenas por seus direitos, mas também contra quem divulgou o vídeo sem seu consentimento. Parece que portais especializados no tema andaram vendendo ou alugando as imagens, o que é crime.
E o senador Cyro Nogueira que nos perdoe, mas sua declaração é um horror: “É uma situação complicada, não vejo condições de ela desempenhar o trabalho dela depois disso. Porque ela trabalha nas comissões, não é dentro do gabinete”.
Denise na praia, em foto de arquivo pessoal: discriminação de gênero?
Denise na praia, em foto de arquivo pessoal: discriminação de gênero?
Traduzindo, os outros não podem vê-la, mas ele poderia.
O rapaz do vídeo parece um assessor do senador Sérgio Petecão (PSD-AC), mas diz que foi confundido.
Por que não o investigam também? Discriminação de gênero?
LEIA TAMBÉM:

Nenhum comentário: